Bombas

Bombas há de dois tipos principais: rotativas (centrífugas) e alternativas (de deslocamento positivo).

As bombas centrífugas, embora balanceadas, consistem comumente em  fontes de vibrações e ruído estrutural, quando instaladas em locais elevados, a exemplo de estruturas metálicas industriais e lajes de edifícios residenciais. Nestes casos o assentamento das máquinas sobre isoamortecedores é altamente recomendável, não só pela filtragem de vibrações em si, mas pelo aumento de vida útil dos mancais e fixações que daí decorre.

 O mesmo se aplica às bombas alternativas, embora para este tipo de máquina, que gera consideráveis esforços livres, além dos isoamortecedores GERB em geral é necessário o uso de bases inerciais.